Conheça algumas Estratégias Passivas para Ventilação utilizadas nos projetos do cuboverde

A ventilação natural é fundamental para a higienização dos ambientes. Esta solução, principalmente quando aliada a outras estratégias de conforto, como isolamento térmico, contribui para a qualidade de vida dos usuários, economia e a sustentabilidade.

A ventilação cruzada é uma das formas mais utilizadas de renovação de ar. Consiste em posicionar as aberturas (portas e/ou janelas) em faces opostas do espaço, permitindo que o ar atravesse todo o ambiente. Um modo de potencializar o efeito é posicionando as aberturas em alturas diferentes (uma mais próxima do piso e outra mais próximo do forro), uma vez que, por convecção, o ar quente tende a subir enquanto o frio tende a descer. A essa estratégia dá-se o nome de “efeito chaminé”.

Nesta residência, as janelas foram posicionadas em faces opostas, estando uma delas localizada no ponto mais alto do telhado. A ventilação cruzada ocorre tanto através da porta, como pela grelha localizada no piso, ambas situadas no lado oposto às janelas. Esta grelha coleta o ar proveniente de tubos enterrados no solo e o lança no ambiente, que vem em temperatura constante, chamado de sistema geotérmico.

Este exemplo mostra a ventilação cruzada verticalmente por meio da escada. Assim, o ar quente é recolhido dos andares inferiores e retirado através da janela localizada no ponto mais alto da casa. Para que os degraus não bloqueassem a passagem do vento, trabalhou-se com espelho em chapa perfurada.